Nunca é tarde para começar

Uma das coisas que mais oiço de amigos e conhecidos que gostariam de ter seguido o caminho de empresário é que iniciei muito cedo e como tal “agora já não vale a pena começar” ou “agora já é tarde”.

Para mim são meras desculpas de quem não teve força para começar, nem há anos atrás nem agora. Muitas vezes preferimos esconder atrás de desculpas do que iniciar um caminho.

O que é certo é que quem nunca começou, jamais irá chegar ao destino.

Há uns anos quando iniciei os meus pensamentos sobre a internacionalização de uma minha participada, não conseguia visualizar como iria faze-lo nem muito menos como iria ser capaz. Sabia no entanto qual seria o objectivo que queria atingir e comecei pelo mais importante – Iniciei o caminho!

Iniciar o caminho é antes de tudo começar a pensar, investigar um pouco todos os dias, pensar no objectivo todos os dias, nem que sejam 10 minutos… é enviar emails, é pesquisar, é ver quem é quem, é simular, é falar,… Tudo isto x365 dias é mesmo muito tempo, são muitos passos e muitas horas e ao final de 1 ano temos uma ideia clara na nossa cabeça de como lá chegar ao nosso objectivo.

Até este passo, não foi preciso dinheiro, não foi preciso ninguém se despedir,… foi apenas preciso pensar, não ter preguiça de fazer um pouco todos os dias para conseguir arquitectar o inicio de um projecto.

Nunca é tarde para começar

Esta ilustração demonstra bem que alguns dos muitos exemplos de grandes empresários que iniciaram a sua carreira supostamente “tarde”.

Se iniciar “cedo” tem a parte positiva de ter mais anos para construir, também tem a parte negativa da falta de maturidade e de experiência.

A mensagem que pretendo passar é que seja qual a idade que tenhamos o que conta é a força de vontade e começar, o resto são meras desculpas.

Anúncios

Etiquetas:,

About ricardojmtx

Com formação em gestão, comecei a minha carreira profissional na Microsoft Portugal em 1998. Em 1999, fundei uma das primeiras empresas de marketing digital em Portugal, a Webdote – Soluções Interativas, que geri até 2009. Entre 2006 e 2010, fui também CEO da Strat.Web S.A., empresa de marketing digital do Grupo Strat S.G.P.S. Em 2002 fui Co-Fundador da Compuworks, e até hoje uma empresa líder na área das TI. Em 2007 abri a minha empresa de investimentos a Jumpmaster Investimentos. Em 2010, volto a estar na origem de um projeto pioneiro, a Digital Works, uma produtora digital independente, direcionada exclusivamente para as agências de comunicação, direccionada para o mercado Europeu. Em 2012 Abro a primeira empresa fora de Portugal, nomeadamente no Reino Unido. Atualmente faço a gestão de 5 Empresas e 2 Fundos de Investimento Para contrabalançar a minha ligação ao mundo digital, nos tempos livres, entre outras atividades, dedico-me à criação de tartarugas terrestres e aos drones multirotores em modo FPV.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: